terça-feira, 19 de setembro de 2017

MINHA PRIMEIRA BICICLETA


Hoje tivemos um momento bonito junto às crianças aqui da Bela Vista (Bixiga) que vivem em torno da Casa Mestre Ananias. Em um evento de treinamento corporativo, ao final do processo, 8 bicicletas foram entregues às crianças presentes.




A criançada, com idades entre 3 e 6 anos, foi surpreendidas com o presente, bem como os adultos participantes do treinamento promovido pela empresa Zara.




Quem oferece o treinamento é a Circuito Netas, uma empresa de treinamento comportamental que nesse dia trabalhou a mudança com foco na humanização no ambiente corporativo.

As bicicletas foram montadas em uma ação cooperativa onde a conclusão do processo foi a doação das bicicletas, mas cheias de sentimento e reflexão.

Um momento emocionante que nos sensibiliza quando, através do sonho e da inocência de uma criança, entendemos nossas necessidades básicas de afeto e das construções coletivas, seja no trabalho ou fora dele.

Agradecemos o convite da Circuito Netas pela oportunidade oferecida à Casa Mestre Ananias no envolvimento desse processo. Também fica nosso carinho a todos os responsáveis pelas crianças aqui da Bela Vista... da casa de acolhida Saica Estrela do Bom Jesus e nossos irmãos Capoeiras da UMES pelo apoio, disposição e generosidade da parceria.


fotos Wellington (UMES)

terça-feira, 5 de setembro de 2017

CD CASA MESTRE ANANIAS - CAMPANHA

CD ao vivo
Obra produzida por Fábio Roussenq, o Espanta da Casa Mestre Ananias. Foram 2 anos de registro das Rodas na Casa, sem um objetivo pré definido. Com o falecimento do nosso Mestre (jul/2016) e as dificuldades de manter sua Casa a ideia dessa produção virou uma necessidade e propusemos uma campanha de financiamento coletivo, CASA MESTRE ANANIAS VIVA (veja o link).

Fábio (Espanta) e Nelson (Alegria)


A campanha, bem sucedida, trouxe um respiro de continuidade ao projeto social, das Rodas, Festas e propostas da Casa em 2018, além de materializar esse registro à toda a comunidade.

Fica nossa gratidão Espanta pela dedicação dos últimos anos, não só à campanha pela Casa, mas pela atuação em apoio à Roda da Praça da República. Demonstra entendimento, respeito e muito amor à nossa Capoeiragem.

Alguns meses de ação na campanha, cuja luz brilha há muito tempo antes da existência da Casa, inclusive para além do próprio Mestre Ananias. Falamos de um processo de resistência negra e um propósito de afirmação, conquistas e muita luta dos nossos antepassados. Aos que são tocados por essa força vamos juntos. 


MESTRE ANANIAS - A Casa é nossa!

Obrigado a cada um que compreendeu a importância de participar desse legado e contribuiu com a campanha adquirindo o CD ou de outras formas.

Mestres Joel e Chita (tumbadora)
Tivemos registrados no CD 2 faixas dessas referências da Capoeiragem paulistana que marcam a história da Praça da República, regida por Mestre Ananias. Muitos foram os Mestres que fizeram parte dessa Roda, porém esses três se mantiveram até hoje influenciando gerações com a força do cotidiano dentro da Capoeiragem. A Casa Mestre Ananias como herança desse reduto histórico não poderia deixar de tê-la registrada nesse registro musical.


Fizemos o lançamento oficial do CD na Casa Mestre Ananias dia 03 de setembro de 2017.

Tivemos Roda de Capoeira que foi daquele jeito e...



... o Samba de Roda Garoa do Recôncavo foi até tarde com uma energia muito boa.

Valeu a todos os camaradas e seguidores do nosso Mestre Ananias. 



E como "São Paulo é Bahia Viva" segura que setembro é o mês de São Cosme Damião, e lá vem nosso Caruru!


arte cd e vídeo: Gabriel Borba
fotos Fê Guimarães e Zé Amaral

quinta-feira, 29 de junho de 2017

SÓ FALTOU A FOGUEIRA PRA SÃO JOÃO



Chita - foto Borba


"Nossa roça urbana fogueira não teve, mas teve rojão, casamento paçoca, milho e quentão... e porque não o samba, forró de rabeca, viola e violão?"



"E era tanta criança brincando na rua que até fez a lua, nova e inquieta, levada da breca, brincar de esconde, não se sabe por onde."






"Vespa de São João, junina é a Festa, o que mesmo nos resta é sambar nesse chão. Obrigado ao forró de Rabeca do Rafa, São Francisco do Conde, um povo de raça que tem na viola, gogó sem cachaça e a remandiola de Milton, Zé Jorge de Paulo e Lindaura".



Agradecemos muito a todos da Casa Mestre Ananias que, desde o início do mês de junho, preparam carinhosamente a IX Festa Junias e no dia se entregam para receber a todos. Mais uma ação do movimento "São Paulo é Bahia Viva" dos Pontos de Cultura Municipal.

fotos Zé Amaral

domingo, 18 de junho de 2017

IX FESTA JUNIAS

Xilogravura e arte do cartaz RAFA DA RABECA
Nossa Festa Junias de 2017 marca o novo tempo da Casa Mestre Ananias. Conforme as tradições desse festejo, simbolizando o agradecimento pelas boas colheitas, aqui o sentido de gratidão se mantém e seu legado Mestre Ananias, será respeitado à sua moda: em Festa!
.
E por aqui é Festa o mês todo, os pequenos começaram junho enfeitando a Casa e os grandes foram no embalo. É paçoca de pilão durante as aulas, canjica no dia de Roda e os Naníacos (nossa cia de teatro) se preparando para o casamento na nossa roça urbana. Segura o rojão em homenagem a São João!

E como São Paulo é Bahia Viva, além da Acabocaria com o Forró de Rabeca pernambucano, a roda de Coco e a Quadrilha Junina, nossos parceiros Peneira e Sonhador na embolada, Diga aí Bahia quem vem do Recôncavo Baiano?


Irmãos Zé e Jorge de Paulo

O Violeiro Milton Primo acompanha os irmãos Zé e Jorge de Paulo e Lindaura, mestres(a) sambadores (eira) de São Francisco do Conde/BA. 


Dona Lindaura 

Dona Lindaura aos 75 anos é fundadora do mais antigo grupo (formal) de Samba de Roda no Recôncavo, o "Samba Chula Filhos da Pitangueira" de São Francisco do Conde, com 50 anos de existência.  

Pensa em uma Festa que não se faz mais, pensou!?

Pronto... se enganou porque fazer festa junto, tocar música à moda antiga, comer pamonha, pipoca, quentão e outras modas aqui na Casa Mestre Ananias não é novidade!

Viva Santo Antônio, São João e São Pedro e obrigado Mestre Ananias!